Ainda muitos empresários e lojistas me perguntam: Porque ainda manter uma Fanpage no Facebook?

“O Instagram é a “bola da vez” e ninguém mais liga para o Facebook”

“O que uma fanpage ainda pode fazer pelo meu negócio?”

Na verdade, o Instagram está mais forte que o Facebook sim, mas isso não vale exatamente para todos os segmentos de negócios. Em alguns deles, o Facebook ainda tem maior público e maior engajamento.

Então, é claro que é importante manter sua fanpage no Facebook. Mesmo que você não esteja mais publicando nada nela.

Porque, você não precisa se preocupar em replicar manualmente no Facebook, as mensagens que posta no seu perfil do Instagram. Isso pode ser feito automaticamente, bastando vincular sua fanpage com sua conta comercial do Instagram.

Assim, toda vez que postar no seu feed do Instagram, isso será replicado automaticamente na sua fanpage evitando retrabalho. Simples, não?

Para muitos nichos e segmentos de mercado, o Facebook ainda tem muita força e muitas empresas usam sua fanpage para se aproximar do seu público.

É uma maneira de mostrar seus trabalhos e expor sua personalidade empresarial, criando uma empatia maior com seus clientes e com aqueles que ainda não são clientes.

Afinal, quem não é visto não é lembrado, então é necessário que essa imagem seja a melhor possível.

Portanto, se você tem uma empresa, seja ela de grande, média ou micro, você tem que expor a sua marca nessa rede social, que está disponível para o mundo inteiro e no Brasil, é a mais acessada atualmente.

O que é uma Fanpage?

Se você não sabe, uma fanpage é uma página que qualquer pessoa pode criar direcionada para empresas, marcas, produtos, associações entre outros, que podem ou não ter fins lucrativos.

Assim você pode expor o seu negócio de forma gratuita, em uma das redes sociais mais usadas no país.

Para procurar um site hoje em dia, você vai direto aos sistemas de busca, como Google e pelas redes sociais e o Facebook é uma das redes sociais mais acessadas no Brasil.

Por isso não ter uma página voltada para seus negócios dentro do Facebook é se isolar na internet.

Tenho meu perfil no Facebook, por que não o usar?

Essa ainda é uma dúvida da maioria das pessoas.

Afinal, quase todo mundo possui um perfil na rede. Porém, existe uma explicação para essa questão.

Uma das regras do Facebook veda a utilização de perfis para marcas em geral, além de existir um limite de 5.000 amigos por perfil, e para algumas instituições, esse número pode ser pouco.

Mesmo que a sua empresa seja pequena, em algum momento você pode atingir esse número e precisar criar um outro perfil.

Acompanhe as estatísticas

Para ter um maior controle dos seus dados, existe um recurso que não está disponível para os perfis, são as ferramentas de estatísticas e muitos outros aplicativos que podem ser instalados em sua fanpage, como enquetes, fóruns e ainda a possibilidade de criar aplicativos customizados, como por exemplo, uma página que apresente a sua empresa.

Relatórios e aplicativos

Para poder analisar qual o impacto das campanhas que você realiza e avaliar como os posts estão sendo visualizados e compartilhados pelas pessoas que curtiram a sua página, você vai precisar dos relatórios de estatísticas que vão apresentar todos esses dados para que você poder traçar as suas estratégias de marketing.

Em relação aos aplicativos, você será capaz de promover qualquer tipo de interação com o seu público alvo, fato que aumenta consideravelmente a força das campanhas realizadas na sua fanpage.

Vendendo pelo Facebook

Já deu para perceber que todos esses recursos são voltados para o marketing, concorda?

Então, podemos dizer que vender no Facebook é um negócio que pode dar muito certo.

É verdade, com a visibilidade que a rede social proporciona nós podemos considerar essa ideia como uma realidade.

Para comprovar isso, nós podemos nos atentar a algumas estatísticas: o Facebook possui mais de 1.28 bilhões de usuários ativos por mês.

Com certeza, nesse bolo, você vai ter milhares de clientes em potencial. Chutando baixo, vamos considerar que você consiga atrair ao menos 10 mil clientes em potencial, já seria um número bastante significativo.

Mas não é apenas de propaganda que a fanpage sobrevive, existe a possibilidade de usá-la como sua própria loja virtual.

Quer Aprender Como Vender Todos os Dias Pelo Facebook e Instagram? 

Inscreva-se neste curso Anúncios Para Iniciantes, do meu amigo Rafael Metring, e aprenda a fazer vendas todos os dias no Facebook e Instagram 

Curso segredos do ADS

 

Loja virtual

Ter uma loja virtual no Facebook é uma tendência.

Fazendo isso, você vai oferecer para o seu cliente a oportunidade de visitar a fanpage e já comprar o produto sem a necessidade de acessar outro site.

Embora acessar o site da empresa e realizar a compra não seja uma tarefa difícil, esses pequenos segundos podem deixar o cliente pensar e desistir da compra.

Com tudo na mesma página, fica mais fácil de obter êxito na venda do produto.

Como funciona

Se você decidiu que vai querer entrar nesse negócio, você terá duas maneiras para isso.

A primeira é você mesmo desenvolver a página.

Se você não tem conhecimentos em programação vai ser um pouco complicado, pois envolve manutenção constante no sistema para se adequar ao funcionamento da rede social.

A outra opção é fazer uso dos próprios aplicativos do Facebook.

É mais indicado para quem não é programador.

O aplicativo de F-commerce, é vantajoso pelo fato de que a parte de TI é terceirizada.

A todo momento o Facebook está alterando os seus protocolos, por isso, se você criar o seu próprio aplicativo, vai precisar de uma equipe de plantão para qualquer emergência em relação ao sistema.

Vai aumentar seus custos e diminuir os seus lucros.

Portanto, é melhor utilizar os aplicativos prontos, se adaptar e consolidar a sua empresa nesse segmento.

Não é um serviço gratuito

Apesar de qualquer pessoa ter o direito de criar uma conta no Facebook gratuitamente, quando se trata de lojas virtuais não podemos dizer o mesmo.

Qualquer que seja a ferramenta utilizada, é cobrado algum tipo de comissão ou aluguel do aplicativo.

Se olharmos por um lado, nada mais justo, porque a manutenção, hospedagem do sistema e o desenvolvimento tem um custo.

O custo com o sistema não é tão alto, gira em torno de 2% da compra.

Não podemos esquecer que temos que somar esse valor ao custo de processamento do pagamento.

Na soma de tudo, chegamos a uma porcentagem de 8,5%.

Um valor considerável que deve ser avaliado antes de você abrir a sua loja, para que você tenha certeza que o investimento não se tornará um prejuízo.

 

 

Aproveite as oportunidades que as redes sociais proporcionam

 

Apesar do Facebook ter diminuído o alcance orgânico dos posts de fanpages recentemente, você pode oferecer uma grana para o Zuckerberg e aproveitar o Facebook ads, aumentando o tráfego da sua fanpage e alcançando um público maior, exibindo a sua loja para mais pessoas.

Outra coisa interessante que faz você chegar nas pessoas certas para seu tipo de negócio é a possibilidade de você segmentar o público para qual seu anúncio será veiculado.

Por exemplo, se você vende roupas para mulheres com estilo jovem, é só fazer com que o seu anúncio seja mostrado para pessoas de uma determinada faixa de idade.

Aqui no blog, temos outros artigos que detalham mais essa questão de anúncios pagos no Facebook, e você também pode assinar nossa lista VIP, para ser notificado em primeira mão, sempre que um novo artigo for postado.

Como Criar Seu Negócio Online Do Absoluto Zero

Acesse agora nosso CURSO GRATUITO, que vai ajudá-lo a criar as bases do Seu Negócio Online

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!